terça-feira, 30 de setembro de 2008

GORDON IN DE GARDEN vol.1 - 2008
















Há muito aguardado pelos fãs dub reggae, ou melhor, da boa música. Prefiro a afirmação do site UnitedReggae, em resenha "...Se voçe tem mais de dez albúns de reggae, provavelmente voçe já escutou O homen[Vin Gordon]."

Posso atá falar pessoalmente, pois tive a honra de assisti-lo e claro com tietagem, durante a segunda turne do Skatalites no Brasil. Figuraça sesssentão, deveras educado como atencioso e continua em exclente forma, melhor prova disso é esta belíssima sessão que veeio pra racha o chão...JAMAICAN JAZZ- SKA, LEVADAS FUNKYS...se este cd se chama vol.1, já estou me coçando pelos próximos.

Não por acaso falamos da principal figura da música caribenha e jamaicana. Chegou inclusive a se auto-intitular Don Drummond jr., O grande Trombonista. Todavia, quem foi pupilo e, ate pela carreira mais dispendiosa como profílica, foi outro grande Trombonista jamaicano Rico Rodriguez, basta compara-los. Inclusive já existe um documentário sobre.

Nesta obra Vin Gordon revisita temas em que trabalhou com outros grupos como Wailers, Aswad, homenagens a Don Drummond, que não por acaso abre o cd....fora isso....por favor, coloque no play...

resenha 2 - Reggae Vibes

GORDON IN DE GARDEN.
Masaya Records CD April 25, 2008 .
  1. Addis A Rasta
  2. African Thing
  3. Stepping In
  4. Stepping In Dub
  5. See You
  6. Race Track
  7. Jones Town Special
  8. Double Take
  9. Double Take Dub
  10. Heavy Skank
  11. Melodies In The Hill
  12. Melodies In The Hill Dub
  13. Stone Valley Dub
SomDuBom.

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

QUINTA DUB VERDE - CVSS ENFUMAÇANDO A CIDADE VERDE


QUINTA DUB VERDE - CVSS ENFUMAÇANDO A CIDADE VERDE.

MAIS UMA APRESENTAÇÃO DO CIDADE VERDE SOUND SYSTEM.

Primeira grupo/banda/dj´s/mc´s devotados a cultura e música jamaicanas assim como o funk/soul, na região de maringa...sem exploração, reggae independente, sempre as melhores festas...porque o resto, hoje em ida, por aqui...$o querem...

Na discotecagem um dos fundadores do CVSS , Paulo Dubmastor - myspace, onde vc encontra seus trabalhos em...dub e tbm colaborador, do pgm ReggaeFlow, assim como eu-ZédusDuBS.

Congratulações também ao MPB Bar que abre suas portas....porque o chão vai treme.SARAVA..TD DUBOM.

VICTOR RICE IN AMERICA - 2003 RADIOLA RECORDS.


VICTOR RICE IN AMERICA - 2003 RADIOLA RECORDS.

Ola, bem-vindos. mais um pouco de boas canções.
Agora, como sugerido, a obra de Victor Rice.
Como abaixo deixei uma amostra, em video, segue seu primeiro trabalho autoral que conheço, produzido em parte no brasil e viablizado pela Radiola Rec...que além disto vêm promovendo certos eventos como A presença pela segunda vez no Brasil, neste ano, dos SKATALITES.

Victor in America é excelente obra autoral e original-desculpem o trocadilho, mas cabe- sem reggae comercial.... de ska/reggae/dub...almejado por varios artistas nacionais, porém...almejado, só isso. Falamos de um músico/produtor do calibre de um Jackie Mitto ou de Dandy Livingstone.

Segundo o próprio, em seu encarte/contra-capa, a boa idéia da Dualidade-de tudo na vida- VR busca às contradições, da America e sua música. Parte da obra tem bateria gravada ao vivo, com Eddie Ocampo, e parte já apresenta pré-produção, o mesmo vale pra outras partes. Neste campo o suporte a música de boa qualidade é irrestrito.

Victor Rice, eu penso, residente no Brasil, veio salva-lo depois de vinte anos de produções da musica ska/reggae baratas ou duvidosas, claro, salvo raras iniciativas. Podemos localizar um ou outro, por apreço local ou da música, porém ainda não passa do razoável. Todavia, fora meu péssimismo, o ultimo decenios é deveras promissor.

Particularmente, segundo algumas audições coletivas da obra, que realizei, vimos que há um certo blues no conjunto, por mais dançante, ska, ou vianjante melodia du Dub, há uma certa saudade, melancolia, poucas vezes, para nao dizer raras, encontrado no reggae.
É o primeiro, mas parace o décimo, quer dizer, uma obra madura e responsável, muito bem pensada e melhor ainda quando executada....o próximo então!!!

Citando o próprio-VR.." Se voçê encontrou Tempo para ler até aqui, espero que encontre Tempo para escutar a Música."



01- The whip.
02- Context NYC.
03- Fernandinho.
04- Fica.
05- Commit.
06- Toque.
07- Dry Beat.
08- Neighbors.
09- Parabéns.
10- Lazy River.
11- The Ring.
12- Choki.
13- Drum Thief II.
14- Baby DuB II.
15- JD.
16- Ring DuB.
17- Context SP.
18- Dry Beat SP.
19- Lazy River SP.

Som DuBom

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

John Brown's Body.. Pressure Points (Easy Star, 2005).

John Brown's Body. Pressure Points (Easy Star, 2005).










Este é o quinto album do grupo. Por aqui, mesmo os desavisados, fãs da música reggae colheram doces frutos; ou melhor, frutos enraizados num album sólido do reggae estadunidense, que faz justiça ao título do album, além de atestar como a melhor reggae vindo de lá-USA. Até porque entendemos tal obra como de aceitação universal...classe A. PEDRADA.

Por favor, caso contrário, expliquem-se e façam prova=argumentos+FATOS.

Mesmo os fãs mais elitistas, só assim podemos entender o "purismo" de alguns "crentes" na musica reggae, não podem criticar JBB pela carreira-quinto disco- devotada ao reggae.

Excelentes canções. Um disco mais equilibrado, mas sem grandes hits como o anterior. Temos aqui a participação, em Not Enough, do Meditations- trio harmonico- tradicional fundador do reggae roots, do estilo dito setentista.

Por aqui encerro a discografia do grupo JBB...até seu ultimo que já está no mercado-Amplify.
John Brown's Body. Pressure Points (Easy Star, 2005).
1. Bread
2. Heart And Soul
3. Blazing Love
4. New Blood
5. Make It Easy
6. Full Control
7. What We Gonna Do?
8. Picking Up
9. Resonate
10. Not Enough
11. Follow Into Shadow
12. Pressure Points

Som DuBom.


ps.: o post do Victor Rice, não é gratuito, como td na vida.....logo mais...

Victor Rice in brazil-Ctba brazil 08/08.


Victor Rice in brazil-Ctba brazil 08/08.


Uma boa tomada que fiz, durante a Turnê Slackers/Firebug/Bnegão...e claro Victor Rice(site) dubizando tudo o que encontra pela frente, com muito propriedade...e melhor vcs assisterem.
E fiquem com um dos melhores, ah..claro tudo analógico, e não existe mixagem/dub de video...TD FLUI...mais um presente da minha M.A.L.A-MúsicaAfroLatinaAmericana.

Victor Rice - myspace
http://www.youtube.com/watch?v=s8SeLSj_Ugs


ps.:já fiquei sabendo que o The Toasters, está pra vir ao Brasil- 2008...tah foda.

ps2.: Toda a força, suporte e máximo respeito à familia e amigos do jovem e talentoso DJ PRIMO que faleceu recentemente, aos 28 anos, no auge da carreira.

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

John Brown's Body - Spirits All Around Us (Shanachie, 2002).


Olá...
Bem vindos, na saga John Brown's Body agora com Spirits All Around Us (Shanachie, 2002).
Mais um excelente album deste brilhante grupo da musica reggae/dub. Este que se sobressai e espera-se que a banda continue, mais colaborativa, antes tinha mais destaque, até com razão, o vocalista Kevin Kinsella. Sém sombra de dúvida e o grupo mais sólido estadunidense; mesmo a respeito de Groundation, SOJA assim como The Lions-grande destaque- e outros não menos importantes.

PEDRADA- canções como Original Men, Ambrosia são sensacionais, além de outras levadas, combinadas no estilo peculiar do grupo.... Linhas de baixo agressivo, metais que não destoam em nada. E o que é melhor, e façil de ocorrer,aqui novamente, não temos neim mesmo a impressão de algo gratuito ou fortuito, mas sim preciso, coeso.....mais um passo a frente na musica reggae/dubwise.

Aliás, é bom lembrar que o grupo tem extensões; onde seus integrantes também tocam, como o muito estimado Brasil 10 Ft. Ganja Plant.

Mais um prova da excelencia do John Brown's Body.

John Brown's Body - Spirits All Around Us (Shanachie, 2002).
1. Feel
2. 33 RPM
3. Eyes of the Maker
4. Traveling Man
5. Original Man
6. Good Vibes
7. 2 Bulls
8. Garden Tree
9. Win Them
10. Instrument
11. Peace in the Valley
12. Ambrosia
13. Forward Always
14. Time to Move On.

Som DuBom.

ps.: link is ok!

John Brown’s Body - This Day - (Shanachie, 2000).


KEVIN KINSELLA: Vocalista e Guitarra Base.
ELLIOT MARTIN: Backing Vocal.
TOMMY BENEDETTI: Baterista.
DAVID GOULD: Baixista.
NATE SILAS RICHARDSON: Órgão, Teclados, Clarinete Guitarra.
LEE HALMINTON: Saxophone e Backing Vocal.
CHRIS WELTER: Trompete, Órgão e Backing Vocal.
ALEX BERAN: Trombone e percussão....

...Forman umas dos melhores grupos de inspiração caribenha dos últimos tempos.

Aqui mais uma-pedra de responsa, como dizem os compatriotas do norte- após o aclamado Among Them-1998, temos This Day-2000.

Apesar de não saído uma obra-prima como o anterior segura....às pontas e como!! A maioria dos grupos latino-americanos desejariam metade do swing/balanço., enfim da levada REGGAE deste conjunto redondo, em harmonia e melodia.. no Brasil simplesmente ignoram, um som que, de fato, conduz com muito respeito o espírito.

Como afirma o povo do Reggae_Reviews : "When reggae fans complain that they don't make music like they used to, tell them to listen to John Brown's Body."

É EXTAMENTE O QUE VENHO TENTANDO FAZER POR AQUI... porque a maioria dos "reggaeiros", para não falar são que POP demais, preocupados com o iboPop, inclusive é perceptível a falta de talento na produção musical do reggae no Brasil; isso para não falarmos que a maioria dos grupos descenhece ou, o que é pior, esnobam toda a vida musical/cultural do mar do caribe.

Muitos dos ditos "apreciadores", ainda desconto os neo-hippi-posers, que mais enfeitados para um carnval, não tem a menor idéia, p.ex., do que seja o SKA; DUB.... então neim se fala, apesar de que hoje em dia esteja corrente e qualquer bandinha coloque dub num cartaz, não é tão simples...ficando com uma definição dub dub? de Bob Marley: "Gosto do dub mas não pratico muito, dub significa exato e justo. A perfeição. Quando os wailers dizem que vão tocar dub quer dizer que vão ser exatos e justos."
ateh.

John Brown’s Body - This Day - (Shanachie, 2000).










1. Isle of Springs
2. Satisfaction Feeling
3. Land Far Away
4. This Day
5. Can You Let Her Go
6. Foolish Pride
7. Poor Man's Prayer
8. Poor Man's Dub
9. Many Names
10. This and That
11. Inversion
12. Jah Works
13. Rip the Curtain.


Som DuBom

JOHN BROWN´S BODY - AMONG THEM.(I-Town, 1998)




Olá, bem vindos...tds. Mais da perdida arte da sugestão.

Na saga John Brown´s Body, em seu segundo disco, com Among Them-(I-Town, 1998).
Excelente trabalho, de fato, seu clássico...PEDRADA. A despeito que alguns sites brasileiros, considerem seu primeiro trabalho...vai entende. Mas é melhor ficar com a boa página de resenhas estadunidense Reggae-Reviws.

O cd começo no velho dub-Among Them-grave para...o resto, é melhor descobrirem!!! Ele tbm apresenta duas capas alternativas. Fãs do early reggae-Love is a fire- como apegados ao reggae setentistas-This is not the end- claro, issso somente na sequencia inicial de Among Them....que é como dito fora de série.
Ou ainda, se perguntarem o que é dub? teremos-This is Drum & Bass. A minha preferida é a levada de Tell me something i dont know que parece ter saido dum lugar deveras esfumaçado... rub-a-dub....classe A.
Esses trabalhos sairam na mesma época, idos dos 90, ainda pelo selo Shanachie label, mas agora eles como no bom-dito, sabidamente...se auto-dirigem,pelo selo I-Town.

"Their authentic roots sound indicates a genuine understanding of and respect for reggae and its heritage........ With Among Them, the group's second album, John Brown's Body has managed to cement its place as one of premier American reggae bands.
As it is, Among Them is excellent; if it had more material as good as its title track, it would be simply out of this world "
do site Reggae-Reviews.

1. Among Them
2. Play On
3. This Is Not the End
4. This Is Drum and Bass
5. Music Is My Only Friend
6. Orange & Gold
7. Singers and Players
8. Love Is a Fire
9. Rainbow Chariot
10. Ziontific Dub
11. Tell Me Something I Don't Know.

Até...

Som DuBom

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

OBMJ-Orquestra Brasileira de Música Jamaicana










Olá...tds, td dubom.
Uma breve pausa, antes de continuar a saga John Brown´s Body.

Vamos falar e ouvir com grande prazer e honra, e toda pompa. FYA.

Grupo novo de ska/reggae de inspiração jamaicana/jazzística a Orquestra Brasileira de Musica jamaicana. Capitaneada pelo produtor/musico Sergio Sofiatti e o trompetista Felippe Pipeta, em 2005 e só colocada em prática agora em 2008. A idéia inicial era tocar música de raiz jamaicana. Todavia, tiveram a feliz escolha de tocar musica brasileira re/arranjadas nessa principio, ainda bem, pois os nossos ouvidos agradecem. Por mais óbvio que pareça a premissa, fazem resalvas as críticas pretensiosas, esquecem que fazê-lo bem arranjado, envolvente, nem sempre é tão óbvio. Enfim, como o filosófo, "não compreender o óbvio e uma enorme falta de Clareza"Karel Kosík.

Ele concede a todos, em primeira mão, um EP com um canção original-SKA Around the Nation e três versões, aqui em razão do Aniversario da Bossa Nova, canções onde o grupo re-lê/arranja, principalmente o maestro Tom Jobim, mas há tbm um excenlente ska/jazz levada de Tico-tico no fubá.

A OBMJ tbm vem aqui em razão do pgm radio-reggae, onde colaboro, logo, é uma exclusiva, sendo o primeira exibição radiofonica do grupo. Sergio tbm jah confidenciou que devido ao pareço dos amantes da musica jamaicana, logo mais estara liberando mais quatro canções.


Som duBom...apreceim bem alto, é dançante e de muito bom gosto, conta ainda com excelentes e talentosos musicos da cena paulistana, entre eles membros do Funk como le Gusta.
mais info... no myspace da grupo OBMJ
ver tbm o bom blog- Punkska

download-SomDuBom

JOHN BROW´S BODY - ALL TIME.














Ola, bm vindos. SOMDUBOM.
De agora em diante td semana, pelos menos um postagem-Pedrada...

DA PERDIDA ARTE DA SUGESTÃO PRA TDS UMA BOA CANÇÃO.


HJ temos JOHN BROWN´S BODY - ALL TIME.
É um sexteto estadunidense de inspiração Jamaicana, de NY, a caminho de seu sexto trabalho- Amplify, pra este mes-setembro-2008, que já pode ser encomedado, no seu site-JOHN BROW´S BODY -Amplify agora pelo selo EasyStar, aquele mesmos que andam Dubizando o mundo, ao lado do talentoso/SangueB- Victor Rice, que jah conheci pessoalmente, na produção.

O nome do grupo é em alusão ao ativista/militante John Brown que em fins do séc.19
advogadva o Abolicionismo, através da luta armada, visando o fim da escravatura na américa. Alguns historiadores creditam aos levantes armados junto aos escravos e John Brown deram inicio a outras revoltas sinalizando a Guerra Civil Americana.
É bom lembrar que o segregracionismo, como politica publica, perdurou ate os anos 60 nos EUA. A capa do disco traz obviamente ums foto do militante abolicionista.

All Time é de 1996, produzido pelo grupo e depois relançado pelo ITown.
O que é bom no JBB é que por mais façeis que sejam as comparações com qualquer grupo renomado do reggae setentista, esta no fato do JBB soar autentico mas sem perder o chão, como preferem, as raizes do reggae, aqui elas deram frutos com esse, logo, existe tanto o flerte feliz, porem pouco gratuito, com o ska e o dub.

O cd abre com a canção Homônima-All Time, pedrada, é ouvir...ALL TIME...ALL TIME. Destaco tbm Tree of Life, que poderia ser dos Gladiators ou Wailing Souls...entre outras como Vanity, onde num belo falsete uma levada que arRasstaa!!.
As levadas do baixo, não são repetitivas, pelo contrário, é envolvente a cada canção, mesmo naquelas um tanto pop- como Love and Affection, ou em outras onde a melodica lembra Augustus Pablo ou, ainda, nos arranjos dubewise, dub dubmelhor-enfim-som dubom.

De fato, foi tbm um presente, do blog parcero elclubdelosmagios assim completando a discografia do grupo que será postado por aqui em breve.
Grato, espero que apreciem um bom reggae.
Zé dusDubs.
downlaod - JBB_ALL TIME
mais JBB no myspace
resenha Reggae-Reviews

Protestar não é crime, muito menos compartilhar músicas....porque "Sem música, a vida é um erro" Nietzsche.